Navigation Menu+

Holocast Infinities

Posted on Sep 11, 2015 in Holocast

Saga51_640x480_Deck

DM Rafael, Dbohr, Diego, Metalgeisha, Beto Chopper e Barão Fernando se reúnem em mais um episódio para traçar ideias de universos alternativos dentro do cânone de Star Wars.

[00:00] Apresentação
[02:52] Papo de Cantina: audible, Jedicon RJ e comentários
[18:06] Universos Infinities
[20:55] DM Rafael: Death Star Wars
[29:29] Barão Fernando: Shadowrunners of the Empire
[37:33] Metalgeisha: Crusaders of the Mandalorian Order
[48:21] Dbohr: Rule of Many
[54:31] Beto: Knights of the Shattered Galaxy
[73:08] Diego: Death of the Force
[85:27] Considerações finais

Recomendações:
www.audibletrial.com/terceiraterra
Contribua para a Jedicon RJ (#jedicon2015rj)
A declaração do Arquiteto da Estrela da Morte
Acesse o Jedicenter
Acesse o Universo Star Wars

Fale conosco!
Acesse o Holoblog
holocast@terceiraterra.com
@holocastsw
Facebook do Holocast

Dúvidas de Star Wars:
http://ask.fm/holocast

Todos os efeitos sonoros de Star Wars foram feitos a partir do Star Wars Soundboard e com colaboração do Universo Star Wars.

Nossa trilha sonora é cortesia de Marcos Kleine.

Dê uma olhada nestes ótimos produtos disponíveis na Amazon brasileira!

Listen to Stitcher

3 Comments

  1. Salve Holocasters

    Caras, adorei esse episódio. Curto muito essa ideia de realidades paralelas e em se tratando de RPGs baseados em alguma franquia não dá para fugir muito disso. Sempre que sair um novo filme, livro, jogo etc. sua campanha vai acabar se tornando uma realidade paralela.

    Um elemento que acrescentaria na campanha do Shadowrunners of the Empire seria os Force Users serem tratados como os mutantes e outros superseres no universo cyberpunk do Marvel 2099, ou seja, como recursos das megacorporações. Seriam caçados por caçadores de recompensas e trancafiados em laboratórios onde seriam vítimas das mais bizarras experiências. As corporações tentariam descobrir a origem e funcionamento da Força para usá-la, seja fornecendo Force Powers a quem puder pagar ou usando Force Users como super-mercenários. Poderia então surgir um grupo de Force Men ou Force Factor para resgatar Force Users dos laboratórios corporativos ou ajudar jovens Force Users e suas famílias a se esconderem.

    No caso do Death of the Force podia rolar uma campanha de Star Trek Wars, depois que a galáxia começasse a se reerguer, Coruscant e alguns planetas mais próximos e acessíveis reestruturariam a República e começariam a enviar naves para explorar as novas rotas hiper-espaciais e retomar contato com os antigos mundos-membros e ajudá-los a se reconstruir. Numa pegada Enterprise, audaciosamente indo… onde todo mundo já foi, mas agora o caminho tá todo ferrado.

    • Olá Renato! Sim, de fato toda campanha de RPG já é por definição um elseworld. Talvez por isso essas ideias venham com naturalidade e é tão divertido pensar nelas!

      Achei sensacional sua sugestão pra campanha cyberpunk! E o nome do grupo que liberta os sensitivos não poderia ser nada mesmo que X-FORCE 😀
      Mas ainda nessa senda de psíquicos usados em experimentos, dá pra fazer um jogo estilo AKIRA fácil!!

      Quanto ao Deth of the Force, imagino se com perda da Força os hyperdrives ainda funcionariam. Já pensou se tivessem que utilizar uma nova tecnologia como… warpdrive? :)

    • Muito boa a sugestão para o Shadowrunners. Com o meu Force and Destiny pra chegar, seria uma ideia para se pensar fazer uma campanha com force users usando esse foco.

      Excelente sugestão.

Qual sua opinião? Comente!

RSS FeedAssine o RSS do Holocast e não perca nenhum episódio

 

Somos orgulhosos de sermos afiliados a:


Free Delivery on all Books at the Book Depository





Qualquer compra nessas lojas nos garante comissão e nos mantém no ar.
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
%d bloggers like this: